• 20160830_085747.jpg
  • 20160830_090216.jpg
  • 20160830_090251.jpg
  • 20160830_085830.jpg
  • 20160830_085847.jpg

O Programa de Pós-graduação em Ciência da Informação convida a todos para as defesas de mestrado e doutorado conforme dados abaixo:

Relatório de Dissertação de Mestrado

 

Aluna Fernanda Werneck Côrtes

Título: “Documentar o transitório: a arte pública contemporânea nas instituições museológicas”

Data: 20/04/2018

Horário: 15hs

 

Banca Examinadora de Defesa de Relatório Intermediário de Mestrado

 

Presidente: Prof. Dr. Emerson Dionisio Gomes de Oliveira

Membro Titular Externo ao PPGCInf: Prof. Dra. Ana Gonçalves Magalhães (MAC/USP)

Membro Titular: Prof. Dra. Ana Lúcia de Abreu Gomes (FCI/UnB)

Membro Suplente: Prof. Dra. Monique Magaldi (FCI/UnB)

 

Resumo: A presente pesquisa tem como tema o processo de documentação da arte pública contemporânea. Inserida no campo da Museologia e da Ciência da informação, a investigação visa contribuir para a reflexão acerca das estratégias de preservação e comunicação de obras dessa vertente estética com vistas à reapresentação em espaços tipicamente museológicos. O objetivo é compreender como os museus documentam a arte pública contemporânea, de modo a garantir a sua preservação e a sua difusão futura. Para tanto, a pesquisa utiliza-se de referencial bibliográfico das áreas de Museologia, História da Arte, Sociologia, História e Urbanismo, além de análise documental e entrevistas baseadas em três casos particulares.

 

Palavras-chave: Arte pública; documentação; musealização.

Relatório de Tese de Doutorado

 

Aluno (a) Laila Figueiredo Di Pietro

Título: “O documento fotográfico de arquivo como prova na violação dos direitos humanos”

Data: 08/02/2019

Horário: 14h00

 

Banca Examinadora de Defesa de Tese de Doutorado

 

Presidente: Prof. Dr. André Porto Ancona Lopez

Membro Titular Externo à Universidade de Brasília: Profª Drª Telma Campanha de Carvalho Madio

Membro Titular Externo ao PPGCINF: Prof. Dr. André Malverdes

Membro Titular Interno: Prof. Dr. Claudio Gottschalg Duque

Membro Suplente: Profª Drª Ivette Kafure Muñoz

 

Resumo: As questões que serão discutidas nesse trabalho têm como finalidade compreender a fotografia e seu papel durante e após períodos de graves violações dos direitos humanos. Ademais – e principalmente – pensar o documento fotográfico de arquivo e a fotografia presente em documentos de arquivo em sua gênese e identificar as possibilidades de organização oriundas da Arquivologia e áreas relacionadas adequadas a cada caso. Algumas das instituições de memória responsáveis pelo armazenamento de documentos relacionados aos desaparecidos regimes ditatoriais trabalham diariamente com o desafio de reconstruir a relação entre os documentos que possui ou recebe em seu acervo, para garantir a credibilidade dos casos revelados à sociedade. As fotografias podem, nesse contexto, ser grandes aliadas do processo de construção de memória e história. Podem, porém, paradoxalmente – como sói ocorrer - com todas as memórias - abrir margem para diferentes narrações, que ora podem contradizer-se e prejudicar a consistência do discurso daquela instituição ou de outras que se dedicam às atividades semelhantes. A contextualização do documento fotográfico segundo suas propriedades arquivísticas é proposta como base para a organização das fotografias presentes em diferentes acervos e a conservação de seu conteúdo informativo e de seu valor probatório. As análises realizadas e a discussão apresentada presumem que o documento fotográfico de arquivo quando armazenado, organizado e recuperado, respeitando-se suas características específicas, tanto como fotografia quanto como documento de arquivo, assume a função de prova de violações dos direitos humanos e pode ser utilizado como tal.

 

Palavras-chave: Arquivo, Contexto, Direitos Humanos, Documento fotográfico, Fotografia.

Relatório de Dissertação de Mestrado

 

Aluno (a): Juliana Pereira Sales Caetano

Título: “Performances de arte em museus brasileiros: documentação, preservação e reapresentação”

Data: 26 de fevereiro de 2019

Horário: 16h

 

Banca Examinadora de Defesa de Relatório Intermediário de Mestrado

 

Presidente: Dr. Emerson Dionisio Gomes de Oliveira

Membro Titular Externo ao PPGCInf: Dra. Magali Melleu Sehn

Membro Titular: Dra. Ana Lúcia de Abreu Gomes

Membro Suplente: Dra. Monique Batista Magaldi

 

Resumo: O presente estudo tem como objetivo destacar possibilidades metodológicas de elaboração da documentação museológica para a viabilização das práticas de preservação, pesquisa e comunicação de acervos de performances vinculadas às artes visuais, em especial, à arte contemporânea. Para embasar a discursão, foi realizado um mapeamento em onze museus brasileiros que possuem essa categoria artística e obras semelhantes como acervo museológico. Dentre esses, elencamos três museus de arte públicos de regiões distintas do país, que classificam seu acervo como “performance”, são eles: Pinacoteca do Estado de São Paulo (PINA), Museu de Arte do Rio Grande do Sul (MARGS) e o Museu de Arte Moderna Aloisio Magalhães (MAMAM). Nosso intuito com esse recorte, foi compreender e expor como essas instituições haviam assimilado, documentado e reexibido (ou não), tais coleções. Anteriormente a essa análise, expomos as principais tensões e nuances que perpassam os debates entre performances e documentação. Ao final, por meio de um levantamento bibliográfico, apresentamos alguns projetos desenvolvidos por museus do exterior, teóricos e especialistas do campo em relação as possibilidades de preservação e reexibição desta manifestação artística. Os procedimentos metodológicos incluem: revisão de literatura recente sobre os museus de arte, performances e documentação de performances; análise documental e entrevistas com as instituições e artistas.

 

Palavras-chave: Documentação museológica. Museus de Arte. Performance. Arte contemporânea.

Relatório de Dissertação de Mestrado

 

 

Aluno: João Sérgio Beserra de Lima

Título: “A Gestão do Conhecimento como instrumento para auxiliar as unidades de Auditoria Interna da Administração Pública Federal: estudo de caso nas entidades vinculadas ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC)”

Data: 15/02/2019

Horário: 14h00

 

Banca Examinadora de Defesa de Dissertação de Mestrado

Presidente: Lillian Maria Araújo de Rezende Alvares

Membro Titular Externo ao PPGCInf: José Humberto da Cruz Cunha

Membro Titular: Renato Tarciso Barbosa de Sousa

Membro Suplente: Rogério Henrique de Araújo Júnior

 

Resumo: As unidades de Auditoria Interna das organizações públicas nacionais têm ganhado notabilidade em meio à necessidade de se praticar o controle interno com eficiência, garantindo benefícios para a sociedade, de modo que se faz necessária a busca por procedimentos que possam otimizar as atividades dessas unidades. Um dos instrumentos de auxílio seria o uso de métodos e práticas relacionadas à Gestão do Conhecimento, uma vez que a mesma se baseia em melhorar os recursos existentes da organização de forma orientada para o conhecimento. De acordo com Davenport e Prusak (1998), o conhecimento existe e é transferido nas organizações de forma espontânea, independentemente de processos formais de gestão sobre o mesmo, de modo que, quando formalizada, a gestão que atua neste conhecimento carece de métodos específicos para incentivar essas trocas espontâneas. Neste sentido, a pesquisa em tela tem como objetivoindicar os requisitos e apresentar propostas de procedimentos necessários à institucionalização de ações e processos relacionados à Gestão do Conhecimento em unidades de Auditoria Interna Governamental, com o intuito de aperfeiçoar os resultados alcançados por essas unidades, baseando-se nos modelos teóricos da área e na experiência das Instituições estudadas.A abordagem metodológica utilizada na pesquisa é predominantemente qualitativa, com eventual tratamento quantitativo na análise dos dados coletados por meio dos questionários enviados.A pesquisa é importante para a Ciência da Informação, pois pode contribuir com o entendimento dos fluxos de conhecimento existentes entre auditor e auditado, fornecendo o corpo teórico necessário para aprimorar os procedimentos dedicados à acumulação e transmissão do conhecimento.

 

Palavras-chave: Gestão do Conhecimento. Administração Pública. Auditoria Interna Governamental.

Tese de Doutorado

 

 

Aluno(a): Alessandra dos Santos Araujo      

 

Título: A fotodocumentação como área transversal de estudo no contexto do ciclo da informação: uma análise em teses brasileiras

Data:10 de Dezembro de 2018

Horário: 15h00

Composição da Banca:

 

Composição da Banca:

Presidente:Prof Dr. André Porto Ancona Lopez

Membro Titular Externo à Universidade de Brasília: Profa. Dra. Fabiana de Souza Fredrigo

Membro Titular Externo ao PPGCINF:Prof. Dr. André Malverdes

Membro Titular Interno:Prof. Dr. Claudio Gottschalg Duque 

Membro Suplente:Prof. Dr. Niraldo José do Nascimento

 

Resumo:Objetiva, a partir do levantamento, descrição e análise da produção científica sobre o tema “fotografia” permeada pela discussão sobre o ciclo da informação, apontar a emergência da possibilidade de uma nova área de estudo que seja capaz de acolher os sentidos e significados específicos da fotografia como uma das bases do ciclo da informação, denominada fotodocumentação. Como recorte epistemológico a produção intelectual das tesesdefendidas nos programas de pós-graduação no Brasil em diversas áreas, compreendendo os anos de 1980 a 2016 e disponibilizadas na Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT). A produção científica delimitada aborda o ciclo da informação (gênese, organização, recuperação e comunicação da informação). Como aporte teórico, utilizamos a obra de Luciano Floridi, Information: a very short introduction; as discussões sobre o ciclo da informação; e as reflexões sobre o alcance do “estado do conhecimento”. A metodologia envolve um mapeamento e descrição iniciais, trabalho desenvolvido a partir do rastreamento da produção intelectual nos termos propostos e em correspondência à situação-problema e aos objetivos.

 

Palavras-chave:Produção científica; IBICT; Estado do Conhecimento; Fotodocumentação; Ciclo da Informação.

Dissertação de Mestrado

 

Aluno(a) Deise Lourenço de Jesus

Título: Adoção de tecnologias nas bibliotecas universitárias do Distrito Federal

Data: 17/12/2018

Horário: 14h

 

Composição da Banca:

Presidente: Murilo Bastos da Cunha

Membro Titular Externo ao PPGCInf: Dra. Maria Carmem Romcy de Carvalho

Membro Titular: Prof. Dr. Fernando Cesar Lima Leite

Membro Suplente: Dra. Marília Augusta Freitas

 

Resumo: Apresenta a adoção de novas tecnologias como ponto central para a sobrevivência e evolução das bibliotecas universitárias num futuro próximo, voltado para as tecnologias da informação. Objetivo - identificar o nível de adoção às tecnologias das bibliotecas universitárias do Distrito Federal. Métodos - mapear por meio de revisão de literatura as características da biblioteca inovadora; sugerir - baseado na revisão de literatura - métricas para mensuração do nível tecnológico e por meio de pesquisa quantitativa com questionário como instrumento de coleta de dados, mensurar o nível de adoção às tecnologias das bibliotecas universitárias do Distrito Federal. Resultados - as bibliotecas universitárias do Distrito Federal apresentaram um nível médio de adoção às tecnologias com índices igualmente medianos de participação na gestão da instituição de ensino superior à qual pertencem, um baixo índice de adoção de redes sociais e ferramentas da web 2.0 na oferta de produtos e serviços e um engessamento em relação à adoção de ferramentas que tragam inovação para a biblioteca. Os resultados mostram que os profissionais tem consciência das tecnologias que estão surgindo para as bibliotecas, mas não as utilizam efetivamente em suas instituições. Conclusões: o Distrito Federal como o estado mais rico do país possui um alto índice de matrículas no ensino superior, entretanto o elevado número de universitários e de Instituições de Ensino Superior não refletem em investimento nas bibliotecas. A situação do Distrito Federal em relação à adoção de novas tecnologias é estática, mediana. Não avança com a devida parcimônia, mas não está totalmente obsoleta, ou seja, oferta, de maneira razoável, produtos e serviços compatíveis com a necessidade de seus usuários.

Palavras-chave: Adoção de tecnologias. Bibliotecas universitárias. Produtos de informação. Serviços de informação. Web 2.0.

Relatório Intermediário de Dissertação de Mestrado

 

Aluno(a)_Larissa Marques Martins Campos

Título: Diagnóstico de arquivo: um ensaio para a criação de um conceito

Data: 07/12/2018

Horário: 10h

 

Composição da Banca:

Presidente: Renato Tarciso Barbosa de Sousa

Membro Titular Externo ao PPGCINF: Ana Célia Rodrigues

Membro Titular: Rogério Henrique Araújo Júnior

Membro Suplente: Cynthia Roncaglio

 

Resumo: O diagnóstico de arquivo é o tema deste projeto de pesquisa de mestrado. O objetivo geral do trabalho é definir o conceito de diagnóstico de arquivo, uma vez que o termo é amplamente utilizado na Arquivologia, porém de maneira horizontal. Esta pesquisa visa a verticalização dessa discussão a partir da utilização do método histórico para a descrição do termo diagnóstico, desde a sua origem, na Medicina, até a apropriação do termo pela Arquivologia. Utilizaremos também o método comparativo para identificar as similaridades e as distinções dos diagnósticos em diferentes áreas do conhecimento. A partir da aplicação desses métodos, identificaremos enunciados verdadeiros sobre o diagnóstico de arquivo para aplicar a Teoria do Conceito de Ingetraut Dahlberg. Deste modo, esperamos como resultados desta pesquisa a definição do objeto, do objetivo e do conceito de diagnóstico de arquivo e a definição dos os requisitos mínimos para a elaboração do diagnóstico de arquivo.

 

Palavras-chave: Diagnóstico de arquivo. Gestão de documentos. Arquivologia.

Relatório Intermediário de Dissertação de Mestrado

 

 

 

 

Aluno(a) EDUARDO WATANABE,

Título: “Representação das Informações de Processos Judiciais”

Data: 03/12/2018

Horário: 09 H

 

 

Composição da Banca:

Presidente: Renato Tarciso Barbosa de Sousa

Membro TitularExternoao PPGCInf: Thiago Henrique Bragato Barros

Membro Titular: Rogerio Henrique de Araújo Júnior (INTERNO)

Membro Suplente: Cynthia Roncaglio

 

Resumo: No Estado Democrático de Direito, os processos judiciais são instrumentos fundamentais para o alcance de seus três escopos (DINAMARCO, 2013): sociais (pacificação dos conflitos e educação conscientizadora dos cidadãos em direitos e obrigações), políticos (afirmação do poder jurisdicional do Estado, culto às liberdades públicas e participação democrática) e jurídico (aplicação concreta das leis em vigor). O presente projeto busca identificar os requisitos necessários para a representação de informações durante a criação de documentos em processos judiciais no âmbito de Sistemas informatizados de gestão arquivística de documentos (SIGADs) que tornem mais rápida e precisa a recuperação de informações em apoio aos julgamentos feitos pelo Poder Judiciário. Para suportar a compreensão deste objeto multifacetado, são utilizados aportes da Ciência da Informação, Direito, Diplomática, Arquivologia, Engenharia de Documentos e Administração, cada uma a partir de seu ponto de vista, com abertura para o diálogo interdisciplinar respeitando a identidade disciplinar originário com o conhecimento epistemológico e metodológico utilizada por cada uma delas. Na trilha de José Augusto Chaves Guimarães, o Direito como domínio especializado exige por parte do pesquisador conhecer previamente o objetivo desse documento e do usuário da informação (1993, p. 53). A complexidade do Direito exige a utilização de teorias jurídicas positivistas (Teoria do Fato Jurídico Processual) e pragmáticas (Hermenêutica Jurídica contemporânea) de acordo com a forma de atuação e a área do Direito a ser representada. Também subsidiam o projeto as teorias do conceito em suas abordagens positivista (Dahlberg) e pragmática (Hjørland), que vão compor um sistema complexo de restrição do discurso jurídico (Foucault). Para a representação de informação do documento de arquivo, são utilizadas: Diplomática; Tipologia Documental; Classificação, Descrição e Identificação; Taxonomia navegacional facetada; e Folksonomia. Da Administração, as contribuições são o Business Process Management - BPM e as notações que lhe dão suporte (BPMN, DMN e CMMN). É feito um amplo levantamento comparativo dos modelos existentes de representação de informações de processos judiciais. O projeto é de uma pesquisa qualitativa, com abordagem descritiva e aplicada, feita em ambiente de estudo natural e com horizonte de tempo transversal. A proposta metodológica é de revisão de literatura, análise documental e estudo de caso de autos de processo judicial nº 2008.01.99.058977-3, sobre requisitos de acesso à justiça. As perspectivas de resultado são de representar graficamente e em arquivo XML Schema as informações em formato de mapa do processo judicial com lista de requisitos associada, para aplicação imediata a partir do software Activiti.

 

Palavras-chave:Representação de informação. Teoria do Fato Jurídico. Teoria do conceito. Tipologia documental. Identificação. BPMN. DMN. CMMN.

 

Qualificação de Doutorado

 

Aluno(a)Sylvana Karla da Silva de Lemos Santos

Título:Usuários surdos e acessibilidade à informação em sítios do governo brasileiro

Data:07 de dezembro de 2018

Horário: 9h

 

 

Composição da Banca:

 

Presidente: Ivette Kafure Muñoz

Membro TitularExternoao PPGCInf:Marianne Rossi Stumpf

Membro Titular: Murilo Bastos da Cunha

Membro Suplente:Eliane Braga de Oliveira

Resumo: Discute sobre o comportamento informacional do usuário surdo no uso das tecnologias, processo de comunicação e acesso à informação em sítios do governo brasileiro. Discorre sobre a acessibilidade na Web para pessoas surdas por meio da realização de tarefas submetidas a grupos de usuários surdos e ouvintes.Objetiva investigar a acessibilidade em sítios do governo brasileiro na perspectiva do usuário surdo diante da busca e do acesso à informação. Trata-se de pesquisa de abordagem qualitativa e quantitativa, descritiva e básica.

Palavras-chave:acessibilidade à informação. usuários surdos. governo brasileiro.

Qualificação de Doutorado

 

Aluno(a) Vanessa Murta Rezende

 

Título:Auditoria Governamental no Poder Executivo Federal: proposição de requisitos para um modelo de gestão de papéis de trabalho

Data: 05/11/2018

Horário: 10h

 

Composição da Banca:

 

Presidente:Prof. Dr. Renato Tarciso Barbosa de Sousa

Membro TitularExternoao PPGCINF: Prof. Dr. José Maria Jardim

Membro Titular:Prof. Dr. Rogério Henrique de Araújo Júnior

Membro Suplente do PPGCINF: Lillian Maria de Rezende Alvares

 

 

Resumo:

A gestão de documentos e a importância de sua implementação na organização dos papéis de trabalho em processos de Auditorias Governamentais é o tema dessa pesquisa. As auditorias são executadas por meio de diversos documentos, estejam eles em qualquer suporte, momento do ciclo de vida e até mesmo em qualquer “idade”. Neste contexto, o estudo apresenta uma pesquisa em andamento no Programa de Pós-graduação em Ciência da Informação cujo objetivo é propor requisitos arquivísticos para um modelo de gestão de papéis de trabalho de auditorias governamentais. O modelo pretende prover os órgãos públicos de subsídios teóricos da Arquivologia para uma melhor performance frente às auditorias, contribuindo, dessa forma, para um aprimoramento da gestão pública. A pesquisa se justifica pela relevância do tema e pela constatação de que ainda são escassos, na literatura arquivística, trabalhos que discutem a gestão de documentos em processos de auditoria governamental, o que impacta na governança e no compliance, apesar de os documentos serem o principal insumo e subsídio comprobatório utilizado nestes processos. Para seu desenvolvimento, serão realizadas: revisão da literatura, análise de documentos, entrevistas e aplicação de instrumentos da metodologia pesquisa-ação. O estudo dar-se-á no Ministério da Saúde, com a colaboração de servidores, arquivistas e auditores do Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU). Espera-se que, como resultado, a pesquisa consiga propor um modelo de gestão dos papéis de trabalho que irá auxiliar na organização da informação dos órgãos auditados e auditores, contribuindo, dessa forma, para um aprimoramento da gestão pública.

 

Palavras-chave:Arquivologia. Auditoria Governamental. Controle Interno. Gestão de Documentos. Papéis de Trabalho.