• 20160830_085847.jpg
  • 20160830_085747.jpg
  • 20160830_090251.jpg
  • 20160830_090216.jpg
  • 20160830_085830.jpg

O Programa de Pós-graduação em Ciência da Informação convida a todos para as defesas de mestrado e doutorado conforme dados abaixo:

Defesa de Relatório de Intermediário de Mestrado da aluna Georgea Allievi Frizon 
Título: A indexação de documentos digitais no portal corporativo de informações regulatórias relacionadas ao Acordo Basiléia II no Banco do Brasil.
Autor: Georgea Allievi Frizon
Data: 30/04/2013
Horário: 15hs
Local: Sala da Pós-Graduação
Composição da Banca:

Presidente: Dulce Maria Baptista
Membro Externo: Lígia Café
Membro Interno: Rogério Henrique de Araújo Júnior
Membro Suplente: Renato Tarciso Barbosa de Sousa

RESUMO:
O caráter regulatório da informação bancária prevista no Acordo de Basiléia requer que as instituições financeiras produzam registros documentais que possibilitem a avaliação da real condição financeira da instituição, proporcionando transparência e incentivando a implementação de sistemas evoluídos para o controle dos riscos presentes nas operações financeiras. Requer também que esses registros sejam divulgados para subsidiar os processos de auditoria interna e externa, bem como para subsidiar os processos decisórios da alta direção do Banco, de seus acionistas e dos seus clientes. No Banco do Brasil, grande parte desses documentos é produzida em suporte digital: relatórios contábeis, projeções financeiras, metodologias de cálculo, instruções normativas, controles internos, resultado de avaliações, notas técnicas, entre outros. Os atuais sistemas de informação do Banco do Brasil garantem a recuperação rápida e precisa da informação digital com estrutura de dados definida. Por outro lado, se avolumam as dificuldades com a recuperação de informação digital de conteúdo não estruturado, uma vez que a instituição não possui política de indexação que contemple tais documentos. A partir da caracterização desse problema, a presente pesquisa tem como proposta fornecer subsídios para a formulação de uma política de indexação voltada à representação de documentos digitais do Banco do Brasil, relacionados ao Acordo de Basiléia.

Aluna: Alessandra dos Santos Araújo

Defesa de Mestrado

Título: O uso da folksonomia na organização e recuperação da informação fotográfica: o caso do acervo da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura - CONTAG" 
Data: 12 de março de 2013
Horário: 14h30min
Banca Examinadora:
Presidente: André Porto Ancona Lopez
Membro Externo: José Vicente de Freitas, MMA
Membro Interno: Cláudio Gottschalg Duque
Membro suplente: Mamede Lima-Marques

Aluna: Patrícia de Jesus Ferreira Costa
Defesa de Mestrado
Título: O Paradigma físico no tratamento dos acervos imagéticos na Administração pública brasileira: estudo de caso da ANA
Data: 11 de março de 2013
Horário: 14h30min
Banca Examinadora:
Presidente: André Porto Ancona Lopez (presidente)
Membro Externo: Mauricio Rocha Lyra, UNICeub
Membro Interno: Cláudio Gottschalg Duque

Qualificação de Doutorado

 

Autor: Marcelo Alves dos Santos

Título: Interface Multimodal de Interação Humano-Computador em Sistema de Recuperação de Informação baseado em Voz e Texto em Português

Data: 07/03/2013

Horário: 15h00

Local: Escola de Governo em Saúde da Fundação Oswaldo Cruz FIOCRUZ. Campus Darcy Ribeiro (UnB).

 

Composição da Banca:

Presidente: Prof. Dr. Cláudio Gottschalg Duq
Membro Externo: Prof. Dr. Manoel Fernando Tenório
Membro Interno: Prof. Dr. Mamede Lima-Marques

Suplente: Prof. Dr. André Lopez

 

Resumo: Com o advento tecnológico, as Interfaces de Interação Humano-Computador apresentam um modelo diferente do tradicional e tendem, cada vez mais, a se tornarem multimodais. Essa diferença consiste na integração da informática às ações e aos comportamentos naturais do dia-a-dia, como a fala, a visão, gestos e a audição, para operar um computador e na superação da necessidade do uso de equipamentos convencionais, como teclado e mouse, utilizados no modelo tradicional. Nesse novo modelo, o foco passa a ser a tarefa a ser executada e não mais os computadores. Logo, tem-se como proposta verificar os possíveis benefícios provenientes do uso da Interação Humano- Computador Multimodal (IHCM) em uma interface computacional baseada em voz artificial - voz gerada por computador – associada a um mecanismo de recuperação da informação em que se busca a melhoria do diálogo entre o homem e a máquina nas operações de troca de informação.

 

Palavras-chave: Multimodal. Linguística Computacional. Interação humano-computador. Recuperação da informação.

Defesa  de tese de doutorado 


Autora: Fernanda Monteiro de Souza 
Título: Web Semantica e repositorios digitais educacionais na area de saude: uma modelagem com foco no objetivo de aprendizagem  para refinar resultados 
Data: 05/03/2013
Horário: 15:00h

Local: Auditório da FIOCRUZ

 

Composição da Banca:

Presidente: Claudio Gottschalg Duque 

Membro externo ao programa:  Alessandra Dahmer

Membro externo ao programa: Janaina Ferreira Fialho

Membro externo ao programa: Ana Estela Haddad

Membro Interno ao programa:  Kelley Cristine Gonçalves Dias Gasque

Suplente: André Porto Ancona Lopez 



RESUMO: Apresenta modelagem baseada em Web Semântica para repositórios digitais educacionais na área de saúde, que disponibilizam objetos de aprendizagem com aspectos educacionais descritos em formulários de metadados. Foram identificadas características dos objetos de aprendizagem, com foco no objetivo de aprendizagem; agregadas tecnologias da Web Semântica à arquitetura desses repositórios e definida estrutura de informação adequada. Isso viabilizou inferências automáticas e contribuiu com o refinamento dos resultados de busca do usuário, aprimorando a recuperação da informação. Aborda repositórios digitais educacionais, as características e peculiaridades que influenciam sua utilização; Web Semântica e suas tecnologias para estrutura e sintaxe, lógica e semântica; e também são feitas considerações sobre metadados utilizados na descrição da informação dos objetos de aprendizagem. O estudo exploratório levantou informações para a modelagem proposta, desenvolvida de acordo com o processo de descrição e recuperação de objetos de aprendizagem.

Defesa da Tese de Doutorado

Autor : Odilon Neves Júnior
Título da Tese: Sobre uma arquitetura da informação do governo brasileiro: AIGov-BR
Data: 15 de março de 2013,
Horário: 14h30
Local: Auditório da FIOCRUZ Brasília, Campus Universitário Darcy Ribeiro (UnB), Gleba A, SC 4 (Bloco Educacional, 1º andar).

Composição da Banca:
Presidente: Dr. Mamede Lima-Marques
Membro Externo: Dr. Francisco Gaetani
Membro Externo: Dr. Rildo Ribeiro Dos Santos
Membro Externo: Dr. Renato Da Silveira Martini
Membro Interno: Dr. André Porto Ancona Lopez
Suplente: Dr. Cláudio Gottschalg Duque

Resumo: A informação é o principal insumo da economia do terceiro milênio e a informação criada e mantida pelos governos possui valor diferenciado, seja em função dos volumes, da abrangência conceitual ou pela sua utilidade prática na fundamentação de decisões do próprio governo e da sociedade. Os objetivos de melhoria da eficiência, eficácia e efetividade do planejamento e da execução das ações de governo, bem como do controle social sobre essas ações estão estreitamente vinculados à disponibilidade de acesso e à qualidade da informação que, por sua vez, dependem fundamentalmente da adequada estruturação e integração do ambiente de informação de governo. Apesar dos esforços empreendidos por governos em todo o mundo, os resultados ainda são limitados, principalmente em função das limitações das abordagens existentes para a organização da informação de governo. A proposição de um arcabouço teórico de referência e sua aplicação na criação de Arquitetura da Informação Aplicada ao Poder Executivo Federal Brasileiro (AIGov-BR), tem o propósito de apresentar soluções para as questões apontadas.

Palavras-chave: Arquitetura da Informação; Gestão da Informação; Arquitetura da Informação Organizacional; Arquitetura da Informação de Governo.

Defesa de Tese de Doutorado

 

Autor: Wilda Soares Lemos
Título: Mediação da Informação Técnica para Produtores de Leite da Região Oeste Goiana em Programas de Formação
Data:22/03/2013
Horário:14:30h
Local: Auditório - FCI


Composição da Banca:

Presidente: Profª. Drª. Sofia Galvão Baptista

Membro externo ao programa: Prof. Dr. Armando Malheiro da Silva

Membro externo ao programa: Profª. Drª. Dione Oliveira Moura

Membro Interno: Profª. Drª. Suzana Pinheiro Machado Müeller

Membro Interno: Fernando César Lima Leite

Suplente: Profª. Drª. Maria de Fátima Garbelini (UFG)

 


RESUMO:

As famílias de pequenos produtores rurais têm muitas carências, entre elas a ausência de informações adequadas para manterem sua propriedade produtiva e sustentável. A informação precisa ser transmitida de uma forma peculiar, respeitando sua linguagem, sua cultura, história e crenças de maneira a assegurar o seu valor no compartilhamento de experiências, por meio de conversas afetivas, na assistência técnica e; principalmente, no monitoramento das práticas e dos resultados obtidos. A pesquisa procura, além do estudo da informação, das barreiras e da mediação, propor um modelo em que a informação possa ser comunicada por meio de uma linguagem comum, ser monitorada, fortalecer a interação, a cooperação e a colaboração entre as famílias de pequenos produtores rurais. O estudo da mediação, em programas de formação do produtor rural, tem como base teórica a ontologia da linguagem de Echeverria (1998), o ciclo de coordenação de ações de Echeverria (1998) e Flores (1995),  o fluxo de conversações de Maturana (1999) e a mediação de Habermas (1987), Barbero (1995) e Foucault (1999). Discutiu-se o modelo do sistema de Treino e Visita (T&V) desenvolvido por Benor, Harrison e Baxter (1984) e o método MESMIS (Marco de Avaliação de Sistemas de Manejo de Recursos Naturais incorporando Indicadores de Sustentabilidade). Foram ouvidos nove técnicos que atuam como mediadores da tecnologia para os pequenos produtores. Como resultado, verificou-se que a mediação pela conversação é eficiente entre técnicos e pequenos produtores de leite porque as informações são mais, facilmente, absorvidas quando a convivência é mantida, as conversas são diárias com uma linguagem compartilhada e adaptada ao contexto.

Palavras-chave: Mediação. Conversação. Ciclo de ações. Confiança. Cultura

 

Defesa  De Dissertação De Mestrado

Autor(a): Tania Milca de Carvalho Malheiros
Título: Necessidade de Informação do Usuário com Deficiência Visual: um Estudo de Caso da Biblioteca Digital e Sonora da Universidade de Brasília
Data: 12 de abril de 2013
Horário: 09:00hs

Local: Sala de Reunião da Pós Graduação

 

Composição da Banca:

Presidente: Ivette Kafure Munoz

Membro externo ao programa: Andréa Poletto Sonza

Membro Interno: Murilo Bastos da Cunha

Suplente: Eliane Braga de Oliveira

 

RESUMO: Esta pesquisa apresenta um estudo de usuários deficientes visuais da Biblioteca Digital e Sonora (BDS) da Universidade de Brasília, com o objetivo de identificar suas necessidades de informação e colher subsídios para a definição de uma política de desenvolvimento de coleção. A metodologia utilizada foi a técnica de pesquisa qualitativa por entrevistas, sendo também utilizados a análise documental e o estudo de caso. O perfil dos usuários foi descrito por meio de dados demográficos, dados sobre a condição visual, e sobre necessidade de informação e acesso às informações digitais. A coleta de dados foi realizada com o universo de 20 usuários, e o instrumento utilizado foi a entrevista semi-estruturada, com perguntas abertas e fechadas. Após a coleta e análise dos dados, concluiu-se que: a informação em meio digital é fundamental para os usuários, sendo a mais utilizada, seguida da informação em áudio e em Braille; os usuários acessam todo tipo de informação no computador, mas buscam principalmente informações didáticas e profissionais, tendo suas necessidades de informação em maior parte satisfeitas. Todos têm computador em casa e a maioria o acessa diariamente. Em relação à dificuldade de acesso às informações, a falta de acessibilidade dos sites foi a mais citada. Sobre  as fontes onde mais buscam informações, foram citados vários sites, e sobre as estratégias de busca, a opção mais usada é ir direto à internet. Por meio das falas dos usuários pode se observar o impacto que a tecnologia da informação teve em suas vidas.
 
Palavras-chave: Estudo de usuários. Pessoas com deficiência visual. Acessibilidade da informação digital. Necessidade de informação.

Dissertação de Mestrado


Autor: Luiz Carlos Flôres De Assumpção

Título: Registros imagéticos e a sustentabilidade: representações sobre o uso da imagem em projetos de captação de recursos em grupos de quadrilhas Juninas do DF.

Data: 27/02/13

Horário:14h30min

Local: Auditório

 

Composição da Banca: 

Presidente: André Poro Âncora Lopez

Membro Interno: Cláudio Gottschalg Duque

Membro Externo: Erlando da Silva Reses

Suplente: Mamede Lima-Marques

 

Resumo: O objetivo deste estudo foi o de analisar as necessidades de conhecimento na elaboração, execução, armazenamento, recuperação e acesso à informação de registros fotográficos para utilização em projetos culturais dos grupos de quadrilhas juninas de modo a torná-los autossustentáveis. Trata-se de uma pesquisa exploratória e descritiva, na pesquisa bibliográfica buscou-se o entendimento sobre a interpretação e descrição dos registros imagéticos/fotográficos com base teórica – informação como coisa - e nas descrições informacionais com Iconografia e Iconologia, a analise dos dados teve o enfoque qualitativo e quantitativo. A amostra foi do tipo não-probabilística por acessibilidade junto aos dirigentes de grupos de quadrilhas juninas filiados a Liga independente de quadrilhas junina do Distrito Federal e Entorno - LinqDFE. O instrumento foi a entrevista estruturada com perguntas abertas. Os resultados demonstram que, os grupos são reconhecidos nas comunidades, desempenham papel sociocultural através de suas ações, o suporte de armazenamento das informações são CDs, DVDs e computador, falta conhecimento para gestão e estruturação dos registros imagéticos/fotografias. Confirmada a hipótese no sentido da utilização dos registros imagéticos poderem subsidiar projetos de captação de recursos de forma a tornar os grupos autossustentáveis.  Podemos concluir que, falta conhecimento na gestão, no armazenamento, recuperação e acesso à informação dos registros imagéticos/fotografias e na elaboração de projetos seja um dos aspectos complicadores para os grupos. Esses fatores poderiam ser incrementados com capacitação, adequação das políticas públicas para acesso as fontes de recursos públicos e privados para desenvolvimento destes grupos.

 

Palavras-chave: Informação. Registro Imagético. Quadrilhas juninas. Captação de Recursos.

 

Qualificação de Doutorado

 

Título: Inclusão da Informação em Águas Lindas de Goiás

Autora: Renilda Gonçalves do Amaral

Data: 22/02/2013

Horário: 14h00

Local: Sala 120 - FCI 

 

Composição da Banca

Presidente: Profª. Drª Sofia Galvão Baptista

Membro externo: Profª Drª Gislene Maria Barral Lima Felipe da Silva 

Membro interno: ProfªDrª Kelley Cristine Gonçalves Dias 

Suplente: ProfªDrª Maria Alice Guimarães Borges

 

 

RESUMO: O presente estudo investiga a natureza das informações que são veiculadas nas Unidades de Informação em Águas Lindas de Goiás (Biblioteca Municipal Cora Coralina, Estação Digital ASFAL e VaptVupt), localizada no entorno do Distrito Federal. A pesquisa procederá à análise da etnografia dos indicadores info-sociológicos e o acesso das comunidades locais às fontes de informação comunitária nas ações que promovam a construção da cidadania naquela comunidade. Dessa forma, o estudo busca refletir se a disseminação de informação e conhecimento configura-se como elemento fundamental para que o indivíduo se aproprie dos lugares ou dos espaços que constituem as Unidades de Informação que serão objeto da investigação. Assim, é um desafio para os gestores públicos efetivar a promoção social desses espaços como ferramentas de inclusão informacional, social e cultural das localidades onde estão inseridas. Utilizar-se-á também, neste trabalho, o debate que se faz na Sociologia, sobre inclusão social/digital, tomando-o como um lugar para pensar o campo da Ciência da Informação, o que permite que a reflexão não se feche em círculos acadêmicos, mas contemple também a experiência de uma comunidade carente, possibilitando-lhe oportunidades de transformação. Pressupõe-se que, dentro do contexto mais geral do saber, a mediação da linguagem, por intermédio da objetivação da informação, legitima a ação política no cotidiano. Tratar-se-á de um estudo com abordagem metodológica da pesquisa bibliográfica, de natureza descritiva, qualitativa e quantitativa, caracterizando a triangulação simultânea, conforme os preceitos da pesquisa etnográfica a qual será efetivada com coleta de dados, aplicação de instrumentos, realização de entrevistas semiestruturadas, questionários e observação participante. O método etnográfico fundamenta-se na inserção do pesquisador no ambiente, possibilitando verificar comportamentos, atuação dos indivíduos e características culturais.                                                                           

PALAVRAS-CHAVE: Unidades de Informação. Inclusão digital e social. Políticas Públicas. Cidadania.