• 31.JPG
  • 1480685_10200687777710900_1414167125_n.jpg
  • 40.JPG
  • DSC04256.JPG
  • 61.jpg
  • 67.jpg
  • 48.jpg
  • DSC04247.JPG
  • 1453457_10200675589886212_614881025_n.jpg
  • 38.JPG
  • 8.jpg
  • 1450196_10200682015126839_1208451305_n.jpg
  • 16.jpg
  • 1441518_10200687779430943_1546331559_n.jpg
  • 9.jpg
  • 17.jpg
  • DSC04229.JPG
  • 49.jpg
  • 15.jpg
  • DSC04248.JPG
  • 32.JPG
  • 540362_10200675577925913_1954543235_n.jpg
  • 73.jpg
  • 3.jpg
  • 27.jpg
  • 52.jpg
  • DSC00710.JPG
  • 42.JPG
  • 1465248_10200675591406250_1779427582_n.jpg
  • DSC04237.JPG
  • 1.jpg
  • 51.jpg
  • 66.jpg
  • 64.jpg
  • 55.jpg
  • DSC00729.JPG
  • 1479081_10200675573525803_1497076412_n.jpg
  • DSC_0385.JPG
  • DSC04236.JPG
  • 56.jpg
  • 1474363_10200682003406546_1107088127_n.jpg
  • 893230_740823862602663_1543125701_o.jpg
  • 1011668_10200687776590872_1608491813_n.jpg
  • DSC04226.JPG
  • 1468811_10200682014006811_991752521_n.jpg
  • 5.jpg
  • 1477985_10200682015766855_1570540052_n.jpg
  • 29.JPG
  • 1473063_10200675575245846_70038750_n.jpg
  • 1476517_10200677746780133_2023482401_n.jpg
  • DSC04243.JPG
  • 71.jpg
  • 47.jpg
  • 7.jpg
  • 41.JPG
  • 44.jpg
  • 1466145_10200682010526724_1440094314_n.jpg
  • 54.jpg
  • 72.jpg
  • 1477661_10200677733779808_269647279_n.jpg
  • 39.JPG
  • 53.jpg
  • 35.JPG
  • 21.jpg
  • 1493590_614780938593165_2077702540_o.jpg
  • 33.JPG
  • 57.jpg
  • 62.jpg
  • 50.jpg
  • 1470058_10200677743780058_1088363199_n.jpg
  • 65.jpg
  • 46.jpg
  • 10.jpg
  • 1453279_10200675585486102_39922286_n.jpg
  • 68.jpg
  • 999801_10200687786791127_731308374_n.jpg
  • 36.JPG
  • 58.jpg
  • 37.JPG
  • 60.jpg
  • 28.JPG
  • 45.jpg
  • 63.jpg
  • 524734_10200675585926113_1659256512_n.jpg
  • 1455845_10200675590086217_1578562057_n.jpg
  • 13.jpg
  • Imagem 053.jpg
  • 1457621_10200677742740032_825354074_n.jpg
  • 59.jpg
  • 19.jpg
  • 1456570_10200677746620129_695607638_n.jpg
  • 12.jpg
  • 67971_10200682018966935_1433686035_n.jpg
  • 1450889_10200687786991132_124161830_n.jpg
  • 1459767_10200682011926759_1986721273_n.jpg
  • 70.jpg
  • 30.JPG
  • 43.JPG
  • DSC04241.JPG
  • 34.JPG

O Programa de Pós-graduação em Ciência da Informação convida a todos para as defesas de mestrado e doutorado conforme dados abaixo:

Banca examinadora de defesa de dissertação de mestrado de mestrado do(a) aluno(a) Ada Suyin Sosa Solano

 

Título: Percepção das mulheres sobre informação em saúde sexual e reprodutiva na cidade Estrutural- Brasília

 

Data: 13 de novembro de 2015

Horário: 9h

Local: Auditório FCI

 

Banca Examinadora de Defesa de Dissertação de Mestrado

Presidente: Prof.ª Dr.ª Elmira Luzia Melo Soares Simeão

Membro Titular: Prof.ª Dr.ª Isa Maria Freire

Membro Titular: Prof. Dr. Antônio Lisboa Carvalho de Miranda

Membro Suplente: Dra. Márcia Marques

 

Resumo: Propõe um estudo que tem como objetivo principal conhecer as percepções das mulheres que não são economicamente favorecidas, com a informação em saúde sexual y reprodutiva, facilitada pelos programas governamentais de Brasília. A pesquisa a ser realizada na Cidade Estrutural tem como metodologia de pesquisa os métodos mistos para o recolho de dados qualitativos e quantitativos. Primeiro se recolhe informações para caracterizar social e demograficamente as mulheres da Cidade Estrutural que participam dos programas de planejamento familiar. Segue com a identificação de onde e de que forma elas se informam, e como percebem a informação que recebem, como parte final se devera identificar as competências informacionais das mulheres com respeito as informações sobre saúde sexual e reprodutiva.

 

Palavras-chave:Acesso à informação em saúde, Competências informacionais, Mulher, Direito à informação, Saúde sexual e reprodutiva

Banca examinadora de defesa de dissertação de mestrado do(a) Aluno(a) Raquel Pereira Costa

 

Título: Modelos de comercialização de livros eletrônicos para bibliotecas do Distrito Federal

Data:11 de dezembro de 2015.

Horário: 15h

Local: Auditório

 

Banca Examinadora de Defesa de Dissertação de Mestrado

Presidente: Prof. Dr. Murilo Bastos da Cunha

Membro Titular: Prof.ª Dr.ª Dulce Maria Baptista

Membro Titular: Prof.ª Dr.ª Greyciane Souza Lins

Membro Suplente: Dr. Raphael Diego Greenhalgh

 

Resumo:Este trabalho busca identificar os modelos de comercialização utilizados na aquisição de livros eletrônicos para bibliotecas do Distrito Federal. Inicialmente, identifica o conceito de livro eletrônico, seus formatos mais comuns e os aparelhos e programas utilizados para a sua leitura. Em seguida, identifica e analisa os modelos existentes de comercialização de livros eletrônicos para bibliotecas e os vendedores, que costumam ser editoras, agregadores ou distribuidores. São analisados os modelos de seleção disponíveis para as bibliotecas, dos quais os mais comuns são por título, por pacote ou por plano de aprovação. Esses modelos de negócios incluem o acesso perpétuo, a assinatura, o empréstimo de curto prazo e a aquisição orientada pelo usuário. Destaca os aspectos relacionados ao contrato de venda de livros eletrônicos e à necessidade de uma política de renovação e cancelamento das assinaturas; foca também nos direitos autorais e na gestão desses direitos, bem como em experiências de outras bibliotecas com livros eletrônicos. Analisa os resultados da pesquisa realizada com bibliotecas do Distrito Federal que compraram livros eletrônicos, comparando esses resultados com a literatura anteriormente citada.

Palavras-chave:aquisição bibliográfica, biblioteca digital, desenvolvimento de coleções, livro eletrônico.

Banca examinadora de defesa de tese de doutoradodo aluno Jair Cunha Cardoso Filho


Título: Sistema de prospecção de competências emergentes: proposta de um modelo a partir do estudo de caso da cidade aeroportuária do Distrito Federal

 

Data: 20 de novembro de 2015

Horário: 9H

Local:

 

Composição da Banca:

Presidente: Prof. Dr. Rogério Henrique de Araújo Júnior

Membro Titular: Prof.ª Dr.ª Raquel Janissek-Muniz

Membro Titular: Prof. Dr. Roberto Campos da Rocha Miranda

Membro Titular: Prof. Dr. Renato Tarciso Barbosa de Sousa

Membro Titular: Prof. Dr. Dulce Maria Baptista

Membro Suplente: Prof. Dr. Fernando César Lima Leite

 

Resumo:

A preocupação com a formação de mão de obra qualificada, com o capital humano, compartilhada em diversos níveis tanto por países centrais quanto por países emergentes e periféricos, coloca a antecipação das necessidades de competências em suas agendas nacionais de políticas públicas de desenvolvimento regional e de geração de emprego e renda, de modo a ligar o mundo da educação e formação ao mundo do trabalho e, consequentemente, com o mundo organizacional. Propõe-se, então, um modelo sistêmico de prospecção de competências emergentes voltadas a mercados de trabalho também emergentes, tendo como base o processo denominado Monitoramento Ambiental, com os paradigmas social e técnico-econômico da Ciência da Informação como pano de fundo e o método denominado Inteligência Estratégica Antecipativa e Coletiva (IEAc) como ancoragem. Para tanto, são abordados aspectos relacionados a competências, competências emergentes, competência informacional, monitoramento ambiental, estratégias de competências recomendadas por organismos internacionais multilaterais e à estratégia brasileira. Apresenta-se o modelo proposto do Sistema de Prospecção de Competências Emergentes e, por meio de estudo de caso aplicado à construção de um aeroporto de cargas e de passageiros na região da cidade de Planaltina, Distrito Federal, sua aplicação é testada. A pesquisa é qualitativa e, quanto aos fins de metodologia, exploratória, descritiva e aplicada. Quanto aos meios, é bibliográfica, documental e de levantamento. Conclui-se pela aplicabilidade do modelo proposto e pela institucionalização de uma tecnologia social denominada Observatório de Competências Emergentes, gestor do Sistema de Prospecção de Competências Emergentes, nas tarefas de busca da informação em vários sítios e diferentes bases de conhecimentos, contextualização, estruturação, organização e representação dessa informação, dando-lhe sentido e objetividade, e transformando-a em conhecimento para difusão, comunicação e compartilhamento com os indivíduos e as institucionalidades por meio de aplicativo para dispositivos móveis.

Palavras-chave:Prospecção de competências, Competências emergentes, Monitoramento ambiental.

Banca examinadora de defesa de tese de doutorado do aluno ANDRE MALVERDES

 

Título: O mundo dos cinemas de rua em imagens: organização da informação e descrição de acervos fotográficos reunidos em coleções

Data: 08 de dezembro de 2015

Horário: 9h

Local: Sala 121

 

Banca Examinadora de Defesa de Tese de Doutorado

 

Presidente: Prof. Dr. André Porto Ancona Lopez

Membro Titular: Prof. Dr. Cláudio Gottschalg-Duque

Membro Titular: Profª. Drª. Telma Campanha de Carvalho Madio (UNESP)

Membro Titular: Profª. Drª. Aline Lopes de Lacerda (FIOCRUZ)

Membro: Titular:Prof. Dr. Maurício Rocha Lyra (UNB/FE)

Membro Suplente: Profª. Drª. Kelley Cristine Goncalves Dias Gasque

 

 

Banca examinadora de defesa de tese de doutorado do aluno ROSA DA PENHA FERREIRA DA COSTA

 

Título: Proposição de uma metodologia de identificação de conjuntos fotográficos dispersos em grandes instituições: estudo de Caso na Universidade Federal do Espírito Santo

Data: 07 de dezembro de 2015

Horário: 14h30

Local: Auditório

 

Banca Examinadora de Defesa de Tese de Doutorado

 

Presidente: Prof. Dr. André Porto Ancona Lopez

Membro Titular: Prof. Dr. Cláudio Gottschalg-Duque

Membro Titular: Profª. Drª. Telma Campanha de Carvalho Madio (UNESP)

Membro Titular: Profª. Drª. Aline Lopes de Lacerda (Fundação Oswaldo Cruz)

Membro: Titular:Prof. Dr. Maurício Rocha Lyra (UniCEUB)

Membro Suplente: Profª. Drª. Kelley Cristine Goncalves Dias Gasque

 

Banca examinadora de defesa de tese de doutorado da aluna JANYLUCE REZENDE GAMA

 

Título: IMPACTO DOS INSTRUMENTOS DE TRANSPARÊNCIA E ACESSO ÀS INFORMAÇÕES PÚBLICAS: UM ESTUDO DAS DEMANDAS POR INFORMAÇÕES CONTÁBEIS NAS UNIVERSIDADES FEDERAIS

 

Data: 30 de novembro de 2015

Horário: 14h30

Local: Auditório FCI

 

Banca Examinadora de Defesa de Tese de Doutorado

 

Presidente: Profª. Drª. Georgete Medleg Rodrigues (PPGCINF/UnB)

Membro Titular: Prof. Dr. José Maria Jardim (UNIRIO)

Membro Titular: Prof. Dr. Valcemiro Nossa (Fucape Business School)

Membro Titular: Prof. Dr. Renato Tarcísio Barbosa de Sousa (PPGCINF/UnB)

Membro Titular: Prof. Dr. José Elias Feres de Almeida (UFES/Departamento de Ciências Contábeis)

Membro Suplente: Prof. Dr. Fernando César Lima Leite (PPGCINF/UnB)

 

 

Resumo: Na última década o Brasil tem vivenciado o surgimento de vários instrumentos de transparência das contas públicas. Desde a lei n.° 101/2000, Lei de Responsabilidade Fiscal, o governo federal tem se esforçado nesse sentido editando vários outros instrumentos de transparência, como a LC n.° 131/09 – Lei da Transparência e a Lei n.° 12.527/2011 - Lei de Acesso à Informação Pública. Todos esses instrumentos obrigam as entidades públicas a divulgarem informações contábeis. As universidades federais brasileiras, como entidades públicas, estão obrigadas a cumprir as regras de transparência e prestação de contas. Esta pesquisa tem como objetivo geral analisar o impacto dos instrumentos de transparência pública na demanda por informações contábeis nas universidades federais após a lei de acesso à informação e, nesse contexto, analisar sua implementação e os fatores que impactam sobre a demanda de informações contábeis na Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), considerando, também, a lei de transparência. Como metodologia, utilizou na primeira etapa, uma abordagem qualitativa, com pesquisa bibliográfica e documental com levantamento de informações das universidades federais nos Relatórios Estatísticos disponíveis no portal do e-SIC (Sistema Eletrônico do Serviço de Informações ao Cidadão), além dos pedidos cadastrados no mesmo portal direcionados à Controladoria Geral da União (CGU). O universo da primeira etapa da pesquisa compreende 60 universidades, em um período que vai de 05/2012 a 05/2015. As demandas de informações foram categorizadas com base no Vocabulário Controlado do Governo Eletrônico (VCGE), um vocabulário controlado para indexar informações (documentos, bases de dados, sites, etc.) no governo federal, com o objetivo de enquadrar os termos financeiros e contábeis. Dentro do VCGE foram selecionadas as categorias “Economia e Finanças” e “Governo e Política”, como representantes das informações contábeis. Na segunda etapa, foi realizada uma pesquisa de campo na UFES, com aplicação de questionários aos gestores do Departamento de Contabilidade e Finanças e da Ouvidoria Geral, além da observação do funcionamento dos portais de transparência da instituição. Os resultados da primeira etapa da pesquisa, mostram que nos primeiros três anos de implementação da LAI, em média, 65% das universidades federais pesquisadas apresentaram alguma demanda por informações contábeis, apesar do número relevante de instrumentos de transparência que obriga a transparência ativa destas informações no Brasil. Além disso, o número total de demandas por informação contábil de todas as universidades federais se manteve e praticamente não sofreu alteração do primeiro para o segundo ano, porém, o terceiro ano analisado registrou um aumento de 35% em relação ao ano anterior. Já os resultados da segunda etapa desta pesquisa, referente a pesquisa de campo na UFES mostram que 50% dos respondentes perceberam um aumento na demanda por informações contábeis, registrada no Departamento de Contabilidade e Finanças, após a implementação dos portais de transparência do governo federal. Entre os fatores que impactam neste aumento da demanda por informações contábeis foram identificados: i) a falta de sinalização no site da instituição para um portal de transparência com atualização das informações em tempo real; ii) o caminho percorrido pelos usuários para atingir algumas informações é longo, e passa por diferentes portais do governo; iii) a falta de uma página no site da instituição, para o Departamento de Contabilidade e Finanças, impede que informações mais demandadas sejam disponibilizadas; iv) a Página da LAI no portal da UFES apresenta uma série de limitações principalmente, referentes a links com defeito; v) a falta de práticas de gestão da informação na instituição; e vi) a equipe do Núcleo de Processamento de Dados é pequena para atender todas as demandas da universidade, relacionadas a tecnologia da informação. Além disso, com a internacionalização da legislação contábil governamental, que obrigou a divulgação de informações patrimoniais nas entidades públicas, verificou-se uma pequena demanda por informações sobre imobilizado e depreciação de bens públicos, entretanto, a informação mais demandada foi a orçamentária, que é objeto de transparência ativa com divulgação obrigatória por vários instrumentos de transparência, como a LC n.° 131/09 e a Lei n.° 12.527/11.

 

Palavras-chave:Acesso à Informação. Transparência. Informação Contábil.

Banca examinadora de defesa de tese de doutorado da aluna LUZIA ZORZAL


Título: TRANSPARÊNCIA DAS INFORMAÇÕES DAS UNIVERSIDADES FEDERAIS: ESTUDO DOS RELATÓRIOS DE GESTÃO À LUZ DOS PRINCÍPIOS DE BOA GOVERNANÇA NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA FEDERAL.

 

Data: 01 de dezembro de 2015

Horário: 9h30

Local: sala 121

 

Banca Examinadora de Defesa de Tese de Doutorado

 

Presidente: Profª Drª Georgete Medleg Rodrigues (PPGCINF/UnB)

Membro Titular: Prof. Dr. José Maria Jardim (UNIRIO)

Membro Titular: Prof. Dr. Valcemiro Nossa (Fucape Business School)

Membro Titular :Prof. Dr. Rogério Henrique de Araújo Jr. (PPGCINF/UnB)

Membro Titular:Prof. Dr. José Elias Feres de Almeida (UFES)

Membro Suplente:Prof. Dr. Jorge Henrique C. Fernandes (PPGCINF/UnB)

 

 

Resumo:Temas como transparência e governança ganharam centralidade na agenda política nacional e internacional contemporânea. A transparência e o acesso à informação pública são direitos fundamentais do cidadão e deveres do Estado na constituição brasileira. A disponibilização transparente da informação é um dos mecanismos que garante a promoção desses direitos, fortalece a democracia, amplia o exercício da cidadania, entre outros. A pesquisa investiga o nível de disclosure e transparência nos relatórios de gestão das universidades federais, à luz dos princípios e padrões de boa governança na administração pública, para descobrir de que forma esses relatórios contribuem com o seu disclosure e transparência. Embora estudos sobre disclosure e governança das instituições privadas venham sendo objeto de investigação, porém o mesmo não ocorre quando se trata das instituições públicas, especialmente das universidades federais, onde a divulgação de informação da gestão é ainda muito limitada. Trata-se de uma pesquisa de natureza exploratória, descritiva, quali-quantitativa, bibliográfica e documental e os dados dos relatórios de gestão das universidades federais serão analisados conforme os padrões de boa governança recomendados internacionalmente. Por meio da pesquisa bibliográfica serão verificados na literatura, os princípios e padrões de boas práticas de governança, para a administração pública, que servirão de base para a avaliação dos relatórios de gestão das universidades, quanto aos aspectos do disclosure e transparência. Este estudo poderá contribuir para que os princípios de boa governança se tornem aplicados pelas instituições públicas, especificamente pelas universidades federais, para obtenção da transparência que é um dos aspectos fundamentais às sociedades democráticas, assim como contribuir para a literatura nacional e internacional, a respeito da governança no setor público. Os resultados indicam que as universidades federais brasileiras devem se preocupar em implantar as práticas de boa governança, especialmente quanto à transparência por ser uma forma de mitigar a assimetria informacional, por ser no Brasil uma exigência da legislação e por democratizar as relações entre Estado e cidadãos. A pesquisa aponta que necessita ser uma transparência ativa, pois diversos dados e informações necessitam ser divulgados tempestivamente, com clareza e acurácia para o cumprimento eficaz da accountability.

 

Palavras-chave: Disclosure. Transparência. Governança. Universidades Federais. Relatórios de gestão. Administração pública federal.

 

Banca examinadora de defesa de tese de doutorado do aluno TAIGUARA VILLELA ALDABALDE

 

Título: MEDIAÇÃO CULTURAL EM INSTITUIÇÕES ARQUIVÍSTICAS: O CASO DO ARQUIVO PÚBLICO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO

 

Data: 02 de dezembro de 2015

Horário: 14h30

Local: Sala 120

 

Banca Examinadora de Defesa de Tese de Doutorado

 

Presidente: Profª. Drª. Georgete Medleg Rodrigues (PPGCINF/UnB)

Membro Titular Externo: Profº Drº Renato Pinto Venâncio (UFMG)

Membro Titular: Profª Drª Heloísa Liberalli Bellotto (USP)

Membro Titular Interno: Profª Drª Cynthia Roncaglio (PPGCINF/UnB)

Membro Titular: Profª Drª Ana Lúcia Abreu (PPGCINF/UnB)

Membro Suplente: Profª Drª Miriam Paula Manini (PPGCINF/UnB)

 

 

Resumo: A tese aborda as práticas de mediação cultural no Arquivo Público do Estado do Espírito Santo no decorrer de suas gestões. Com a aplicação do método de pesquisa histórico-documental, em que foram consultados documentos recebidos, produzidos e acumulados pela instituição, mapeamos os tipos de práticas de mediação cultural a partir de uma perspectiva diacrônica de resultados qualitativos e quantitativos de natureza histórica, social e econômica no período de 1985 (ano de criação do Ministério da Cultura) a 2015. Os resultados revelam que houve um total de 228 práticas de mediação cultural na instituição, classificadas em: “exposições externas”, “efemérides”, “conferências”, “lançamento de livros”, “seminários”, “visitas escolares e universitárias”, “exposição de documentos fotográficos e textuais”, “publicações”, “concertos”, “exposições de pinturas”, “mostras de arte e cinema contemporâneo”, “itinerários”, “produções de audiovisual”, “mostras de audiovisuais históricos e contemporâneos”, “fóruns”, “oficinas”, “mostras de pinturas e cultura”, “danças”, “exibição de vídeos”, “recitais”, “mesa redonda”, “mostra de artesanatos”, “saraus de poesias”, “debates”, “mostra de produção independente de audiovisual”, “lançamento de filmes” e “jogos recreativos”. Os resultados apurados indicam que há dois tipos de práticas de mediação cultural com maior número: as efemérides e as visitas escolares. O expressivo quantitativo de efemérides deve-se ao “Programa Arquivo Itinerante”. Os dados nos permitem a constatação de que o arquivo lutou contra sua própria ocultação ao dirigir sua política às diversas populações e transitar pelos territórios culturais, promovendo atividades que valorizaram as expressões de cada cultura em particular. Constatamos assimetria entre as gestões estudadas em termos qualitativos e quantitativos por conta da função relacional de decorrência entre o entendimento do arquivo como lugar da cultura, o saber do gestor e a aplicação desse saber-entender nas práticas institucionais. O entendimento do arquivo como lugar da cultura permitiu objetivamente a adoção de uma política de parceria nas práticas de mediação cultural que incluiu artistas, escolas, universidades, governos, secretarias de cultura e outros agentes.

 

Palavras-chave:Arquivo Público. Mediação Cultural. Cultura. Política Cultural.

Banca examinadora de defesa de tese de doutorado do(a) aluno(a) Tatiane Ferreira Vilarinho

 

Título: PADRÕES DE COMUNICAÇÃO CIENTÍFICA DAS CIÊNCIAS SOCIAIS NO BRASIL

                                                                                                                   

Data: 27/11/2015

Horário: 14h30

Local: Auditório FCI

 

Banca Examinadora de Defesa de Tese de Doutorado

Presidente: Profª. Drª. Suzana Pinheiro Machado Mueller

Membro Titular Externo: Profª. Drª. Daisy Pires Noronha - USP

Membro Titular Externo: Prof. Dr. João de Melo Maricato - UFG

Membro Titular: Prof. Dr. Jayme Leiro Vilan Filho

Membro Titular: Prof. Dr.Fernando César Leite

Membro Suplente: Profª. Drª. Elmira Luiza Melo Simeão

 

 

Resumo:

Estuda os padrões de comunicação científica das ciências sociais no Brasil. Baseado na afirmação de Hjørland e no relatório sobre as ciências sociais elaborado pela Fundação Calouste Gulbenkian que enfatiza a intensificação da comunicação entre as disciplinas científicas a partir de 1945, tem como objetivo identificar diferenças e semelhanças entre as características formais de artigos publicados em periódicos das disciplinas de economia, sociologia, ciências política e antropologia e descrever quantitativamente, as inter-relações entre as quatro disciplinas. O estudo foi realizado em duas etapas: estabelecimento das origens e classificação da natureza das disciplinas, por meio de levantamento bibliográfico e identificação das características gerais dos artigos de periódicos prioritários das quatro áreas, por meio de bibliometria; análise das inter-relações entre as quatro disciplinas na inclusão de periódicos na Lista Qualis, por meio de bibliometria; exame da colaboração entre as quatro áreas, em diferentes níveis de filiação: departamental, institucional e internacional, por meio de redes de colaboração. O universo da pesquisa foi formado pelos periódicos listados no Qualis da Capes nos estratos A1 e A2 das áreas estudadas, em agosto de 2013. A amostra foi constituída de modo aleatório, abrangendo 376 artigos. Foi desenvolvida uma base de dados no MS-Excel e tratamento estatístico no SPSS para estudar as redes de colaboração por meio do Ucinet. Os resultados demonstram que, quanto à autoria, a economia difere das demais disciplinas por apresentar mais artigos publicados em autoria múltipla. Sociologia e ciência política foram as duas disciplinas que menos variaram em autoria múltipla; quanto ao idioma dos artigos, o mais utilizado por todas as áreas é o inglês. A disciplina economia tem 100% de seus artigos da amostra estudada escritos na língua inglesa. Antropologia é a disciplina que tem menos artigos em inglês; quanto à extensão (número de páginas) dos artigos, a ciência política tem artigos de maior extensão e antropologia os de menor extensão e economia a maior regularidade entre as medidas de extensão; quanto ao número de referências, a antropologia possui número menor de referências enquanto sociologia e ciência política se aproximam em número de referências; quanto a idade das obras citadas, ciência política e antropologia possuem menor número de referências recentes (2012-2007) e ciência política apresentou a média mais alta de artigos anteriores a 1970; quanto às inter-relações entre as disciplinas, a economia se inter-relaciona somente com periódicos classificados como multidisciplinares, ao contrário da sociologia que se inter-relacionou com todas as outras disciplinas e a antropologia se utilizou de mais periódicos das ciências naturais. Constatou-se, até o momento que as diferentes comunidades das ciências sociais no Brasil têm hábitos de informação e publicação que variam conforme características de suas disciplinas, confirmando Hjørland; também verificou-se que há inter-relações entre disciplinas, corroborando colaborações interdisciplinares e multidisciplinares a partir de 1945, conforme Gulbenkian. Identificou as inter-relações entre as quatro disciplinas dos periódicos A2 do Qualis da Capes e examinou a colaboração entre as quatro disciplinas, em níveis de filiação departamental, institucional e internacional.

 

Palavras-chave: Ciências sociais – periódicos – análise de domínio. Periódicos em Economia. Periódicos em Sociologia. Periódicos em Antropologia. Periódicos em Ciência Política. Lista Qualis/Capes. Comunicação científica no Brasil. Bibliometria. Análise de redes.

Banca Examinadora Defesa de Tese de Doutorado do(a) aluno(a) Meri Nádia Marques Gerlin

 

Título: No balanço das redes dos contadores de historias: competência narrativa em informação no século XXI

 

           

Data: 10/11/2015

Horário: 09h30

Local: Sala 120

 

Banca Defesa de Tese de Doutorado

 

Presidente: Profª. Drª. Elmira Luzia Melo Simeão

Membro Titular: Profª. Drª. Regina Célia Baptista Belluzzo (Unesp Marilia)

Membro Titular: Profª. Drª. Dulcinea Sarmento Rosemberg (UFES)

Membro Titular: Prof. Dr. Antonio Lisboa Carvalho de Miranda

Membro Titular: Prof.ª Drª. Lillian Maria Araújo de Rezende Alvares

Membro Suplente: Prof.ª Drª. Kelley Critine Gonçalves Dias Gasque